Estrias

As estrias são cicatrizes atróficas que se formam quando há destruição de fibras elásticas e colágenas na pele. Formam-se, normalmente, quando há aumento do volume corpóreo. Causas : gravidez, aumento de peso, colocação de prótese mamária, uso de anabolizantes; ou por fatores hormonais ,como o uso de estrógeno e hormônios adrenocorticais.

Em mulheres é mais comum encontrar estrias nos flancos, coxas, glúteos, abdômen e nos seios. Já em homens é mais comum nos ombros, braços e costas.

As estrias róseas ou arroxeadas são recentes, podem apresentar discreta coceira e são acompanhadas por um processo inflamatório local; já as brancas como são mais antigas, já ocorreu uma atrofia mais intensa das fibras colágenas e elásticas, e não há inflamação envolvida.

A eficácia do tratamento irá depender da fase da estria, o local em que ela se encontra ,e sua espessura. É importante lembrar que não há cura total, mas há significativa melhora em sua aparência. A genética do paciente, a raça, a idade e a produção de colágeno individual são fatores que também influenciam no sucesso do tratamento.

Além disso, quanto mais cedo iniciar-se o tratamento, maiores as chances de que os resultados sejam positivos. Existem diversos tratamentos disponíveis, dentre eles , os peelings químicos, subcisão, intradermoterapia, radiofreqüência fracionada ablativa e laser de co².